28
May

0

Storydoing: a importância de fazer o que se fala

Já ouviu falar de storytelling?
É a prática de contar histórias para gerar engajamento.
Uma boa história é autêntica e desperta emoções, inspirando transformações.

Mas o discurso não é tudo: não adianta ter uma boa história se isso não refletir na prática.
É aí que entra o storydoing: a transformação das palavras em ações concretas.

Há empresas que fazem doação de uma porcentagem de suas vendas a instituições de caridade; outras doam parte do bônus de Natal em forma de cestas básicas. Este tipo de ação social, além de beneficiar o público externo, promove motivação aos colaboradores (é revigorante saber que o lugar em que você trabalha não só fala coisas interessantes, mas também pratica boas ações!).


Nesse sentido, sugerimos:

Ao invés de apenas falar sobre serviços de qualidade e responsabilidade social, que tal colocar isso em prática? Reflita sobre como você pode aplicar este tipo de conceito na sua vida: no trabalho, quanto você tem se empenhado em obter resultados de qualidade e aperfeiçoar sua forma de trabalhar?; em casa, quanto você se envolve com os assuntos comuns?; em seu grupo de amigos, quanto respeita as diferenças interpessoais?; na vizinhança, tem feito a sua parte para manter a ordem e a limpeza?; e por aí vai!

Agir de forma coerente com o que se fala é uma atitude responsável que gera respeito e engajamento.

Que tal começar o storydoing na sua vida?

Nenhum comentário